quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Mordomias






Oito da manhã. O Júnior vai tomar banho e a avó Nina desce para acordar, lavar, vestir e alimentar a Joana. Quase às nove o Júnior leva a menina à escola e vai trabalhar. Cinco minutos depois entra a D.Emília e começa por limpar a sala, onde eu depois me vou instalar, por sinal o dia inteiro. Banho tomado, a avó Nina segue para a praça, para comprar dois robalos fresquinhos, vegetais, frutas e outras iguarias. A avó Elisa fica a estender a roupa. A seguir, aparecem sopa feita, almoço, cozinha arrumada. A meio da tarde, surgem umas torradinhas com chá. Mais um pouco, chega a Joana que o Júnior foi buscar à escola. Neste momento, a avó dá banho à neta, a bivó avança com o jantar e eu estou cansada de tanto não fazer...
Vi três séries - Sem Escrúpulos, Eli Stone e CSI - e vou outra vez jantar uma deliciosa canja que me faz dormir tão bem...
Os sintomas do tratamento de ontem foram, mais uma vez, generosos comigo - devo-os, estou convencida, aos benefícios da mordomia. O repouso, tanto físico como mental, é certamente uma mais valia a considerar. Espero amanhã ter a mesma sorte e ainda poder sair um pouco, coisa que hoje não consegui fazer.
Beijos a todos.
Obrigada pela força, obrigada pelas mensagens, obrigada por trabalharem por mim, obrigada pelos mimos todos. Nem imaginam a força que isso dá.

T.


Legendas
Foto 1 - A equipa na cozinha: uma a apanhar a roupa, a outra a pôr a louça na máquina. Lindas

Foto 2 - A equipa a entreter a criança. De um lado, a mãe ao computador, e, lá ao longe, o pai, atarefado, apesar de bom benfiquista, a torcer pelo FCP. Grande patriota

8 comentários:

Ninia disse...

Muito bem. A brigada é um espectáculo.

Não tens nada que agradecer. O que tu não faria por um de nós?!

Anónimo disse...

Que bem que sabem as mordomias.Espero que continues a sentir-te bem nos próximos dias. Não tens que agradecer, venho aqui todos os dias dar-te força e um beijinho. Eu é que vou aproveitar o teu espectacular blog para agradecer ao A. as suas palavras que muito me tocaram.
Tenho muito orgulho em ser filha do "gentleman" João Eduardo e de todos os valores que ele me passou, e um imenso orgulho na minha filha Rita por se ter tornado na mulher que é . "Barra"
sempre foi desde pequena.

Eu e a Rita estamos contigo na tua luta.

Um beijo grande

São

Anónimo disse...

Bem e eu achar que hoje vos ia ver a todos de lenço na cabeça... amanhã também vou aí, comer torradas, bolos ou até mesmo aproveitar e não fazer nada... também gosto de as ver a fazer coisas...:-) e elas adoram fazer tudo e ver-nos quietas...:-)
Beijoss guapa, e a todos aí em casa
m

FCP! FCP! Obrigada Júnior! Sabe-se lá porquê a tua cunhada é adepta desta Glorioso Clube...

Anónimo disse...

a mim não me enganas, a avó está mesmo em pose com a méinha na mão... :-) ela gosta de ficar sempre bem, e fica... até de costas...:-D
Beijoss
m

Carla a disse...

Nada como uma brigada dessas para dar força e alegria. Com tantos mimos ainda a estragam e depois vai chegar aqui a reclamar a mesma atenção... Vamos lá ver o que se consegue arranjar por estes lados. Durma, coma e descanse muiiitoooooo. bjs

Ligia disse...

A Brigada é um espectáculo. Merece sem duvida um grande aplauso. Pelo carinho, e amor com que te trata. Pela atenção que te dispensa, pela paciencia que tem para os dias menos bons, pelas coisa boas que faz a pensar em ti... mas tamb+em, quem manda ter uma filha e uma neta que é um doce como tu? Mil beijos para ti e outros tantos acompanhados de um ternurento Xi para todos os elementos da brigada. Doru tu tanto. jocas godas da tua macaca.

pnv disse...

Bjs e força para a recuperação.
Ânimo, como dizem os espanhuelos. Ou continuaçon, como dizem no nuorte!!!

Ah, Alexandre: ainda não desisti do Sporting. Apenas perdi algum interesse no futebol nacional... nem sporttv tenho. Mas o Sporting - sempre! Apesar de concordar que o P.Bento não deve fazer manchetes de jornais e dever preocupar-se em pôr aqueles miúdos a correr e jogar mais. Até as minhas jogadoras treinavam mais do que eles (João Guerra incluída?!!!??!?!?!?!?!).

Ninia disse...

Paulinho, nunca me faltou vontade de treinar. Faltou-me foi estímulo intectual. :-P