domingo, 9 de novembro de 2008

Pr'a esquecer

Não há volta a dar: foram uns dias filhos da mãe, estes últimos que passaram aqui por casa. Nestas alturas, queremos viver a vida devagar, aproveitar todos os momentos, menos estes, que quanto mais depressa passarem melhor. Desta feita, os sintomas não foram dos piores em termos de indisposição, mas a fadiga ultrapassou todos os limites que eu conhecia. Devo ter dormido mais nestes dias do que em meses de vida. A cada encosto, uma soneca. E juro-vos, a quem não saiba, que sou daquelas pessoas que dormir de dia, nem pensar. Mas os olhos, se não fecham, doem. O corpo, se não se deita, dói. A cabeça, se não se desliga, rebenta...
A ajuda familiar presente foi preciosa, assim como também é a que aqui não está. Nesta altura do campeonato, já escuso de contar com autonomia nestes dias e agradecer tudo o que sugo aos outros, sem dó nem piedade. Desculpem-me o egoísmo, mas esta é mesmo uma experiência excepcional que, entre as várias características, tem esta, de se precisar muito de quem nos quer bem.
Do outro lado do Atlântico, mais propriamente de Houston, chegam também as palavras de uma amiga, profissional do altruísmo e da partilha, com mais de 20 anos de voluntariado nesta área. Obrigada pelo reaparecimento, Maria, ainda que nunca tenhas saído da minha vida nem por um minuto, assim como os teus/nossos James, Claire e Dad.

Mil beijos,
T.

P.S. Ainda houve tempo para boa disposição. Uma passagem de modelos de peruca proporcionou momentos animados. Aqui ficam algumas das imagens.













P.S. 2 Ganhei um Magalhães. Agora já posso expandir-me além-porta da rua. Obrigada ao benfeitor algarvio por este meu primeiro presente de Natal.

6 comentários:

Anónimo disse...

Descansa, e põe-nos a todos a trabalhar, também gostamos de estar por pertop e fazer o possivel para que te sintas o melhor possivel.
O desfile de perucas não podia ser melhor, até o Júnior... só faltou mesmo o Carlos...
beijos querida, até amanhã
m

deves estar toda contente com o presente, também fiquei contente que o tivesses recebido, :-)

Ninia disse...

Grandes fotos. Espectacular. Eu também quero experimentar.

Mais uma prenda muito boa.

Anónimo disse...

João, palmas por essa "mais uma prenda". Haja quem reponha a legalidade! A.

Teresa disse...

Foi o Júnior que trocou!!

Ligia disse...

Espero que essa passagem de modelos tenha sido acompanhada de musica... se precisares de coreografa, conta comigo. Mil beijos carregados de muito amor e orgulho por ti. Dorutu tanto. Jocas da macaca tua

Anónimo disse...

Querida directora, sempre foste boa a por a malta a trabalhar. E pelo que parece essa brigada não se assusta com nada. Nem mesmo com o desfile de perucas :) Devo dizer-te, que o teu enfermeiro chefe fica muito bem com mais cabelo. No fim de tudo isto, acho que ele é, por direito, o herdeiro natural da tua peruca. Já o estou a ver nas reuniões de redacção a dar um jeito de cabeça para tirar os "fios" da frente dos olhos. ehehe beijos e força. Mais uma etapa superada. xau-xau. até amanhã, até amanhã