domingo, 18 de janeiro de 2009

Houston, we have a problem




(A vida é o que há de mais frágil, instável e imprevisível. Mas uma coisa também é certa: it ain't over till it's over!)


No próximo Verão, quero ir a Houston. Revejo os meus queridos amigos Alba, Maria, James, Dad, Carolina e Claire, e faço uma consulta no MD Anderson. Quem diria que, passados 17 anos sobre a visita que a Maria me obrigou a fazer àquele hospital (ela é ali uma dedicadíssima voluntária), eu iria querer lá voltar, desta vez por necessidade própria? Relembro os amigos da Maria que conheci em sua casa, doentes de cancro e suas famílias, de cujas realidades eu estava tão longe, até agora. Mas na verdade, nunca os esqueci... Mais uma coincidência da vida imprevisível.

Outra: no dia do funeral do meu avô, uma consulta de apoio psicológico levou-me a passar na rua da casa onde vivi, nos primeiros tempos da minha vida, justamente a casa dele. Há anos que não passava ali; porquê naquele dia? Estranho, não?

Beijos,
T.

P.S. Alguém quer ir comigo a Houston? Faço excursões pela cidade e arredores!

3 comentários:

beatriz disse...

Olá teresa,
Um beijinho grande para a tua mãe, avó e para ti, tudo de bom e continua vencedora :).
Beijos

Anónimo disse...

Olá filhota, cá estou para te desejar uma boa semana, por aqui as coisas estão a entrar na normalidade, a avó vai ficando melhor e mais conformada,no próximo fim de semana vamos tentar fazer-vos uma visita para ela se animar com as suas meninas.
Quanto á viagem gostaria de deixar já a minha inscrição.
Beijos grandes querida e uma boa semana.
nina

Susana disse...

Eu quero ir, o Jonas até trabalha lá e gostava muito de lhe fazer uma visita!