domingo, 15 de março de 2009

De pé!

Our greatest glory is not never falling, but in rising every time we fall
Confúcio

Acho que já me levantei. Passaram-se sete meses desde que tive o diagnóstico final desta treta. Depois de uma curta fase em que parecia que não era comigo que tudo se estava a passar, comecei a aproximar-me da realidade. Sofri mais nessa altura, principalmente de noite, na cama, quando a ideia de morte não me saía da cabeça, a tentar adivinhar como isto me iria consumir até acabar comigo. As noites nunca foram boas conselheiras para mim, são umas exageradas...
A quimioterapia foi difícil, já lá vai, provavelvemente voltará mas depois logo se vê.
E fui-me levantando. Devagarinho.
Hoje, enquanto continuo pacientemente à espera que comece a radioterapia, sinto-me bem. Estou mais tranquila e, ao mesmo tempo, mais activa em casa e no trabalho. Voltei a sentir a adrenalina correr com as parvoíces do meu mundo cor-de-rosa e das suas estrelas tão pouco brilhantes. Dizem que este jornalismo é mau, e deve ser verdade, mas parece-me estar bem à medida destas celebridades que por cá temos, uma cambada de pretensiosos, salvo raras excepções.
Vou ao ginásio, faço caminhadas, controlo melhor os meus horários, com algum descanso vou prevenindo as dores nas costas. Há momentos em que até me esqueço...
Posso estar muito enganada, mas estou mais confiante. Voltei a acreditar num futuro, já não estou sempre a pensar no final.
Mas sei que a ameaça lá está, à espreita, que não se vai embora. Finalmente consigo é enfrentá-la melhor.
Pronto, era isto que queria dizer. Estou de pé.
Beijos,
T.

10 comentários:

Ninia disse...

Estás de pé e estás LINDA!
Tu és muito importante para nós.

Anónimo disse...

"Estou de pé"... É bom ouvir isso. Confúcio tinha toda a razão, o que interessa é levantar após cada queda, e são tantas ao longo da vida. Ainda bem que "estás de volta".
Bj.
Isabel

ana disse...

Nem eu te imaginava doutra maneira. Esse bicho nem sabe com quem se meteu. Continua assim, amiga, vais vencer, e nós cá estaremos de pompons em riste a fazer claque.

Just me disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

É por isso que te amo!

Bjs
peter pan

Fipas disse...

Espectáculo! Que post cheio de vida, de lições de vida, de força e entusiasmo! É isso mesmo! E estás mesmo bonita! Acho que a tua alegria dá sinais de si na tua pele, na tua face, nas tuas piadas e sentido de humor!

Partilho aqui uma frase que descobri há pouco tempo e que achei tão gira:

"No fundo de um buraco ou de um poço, acontece descobrir-se as estrelas." - Aristóteles

Anónimo disse...

Agora já sabes quase tudo, e cair não cais mais, e se precisares de descansar as perninhas há-de ser por pouco tempo, e será só um descanso...
De facto, tens me ensinado muita coisa, e ter força, levantar-me e saber resolver os problemas da forma mais simples possivel foram algumas delas... obrigada!
Fico muito contente e orgulhosa de seres assim e seres minha... se precisares de mim... quem sabe também tenho alguma ocisa para te ensinar... :))
Beijos muito grandes mana Grande
m

pnv disse...

Gostei muito!

Bjs grandes

Anónimo disse...

O que é bonito neste mundo, e anima, é ver que na vindima de cada sonho fica a cepa a sonhar outra aventura. E que a doçura que não se prova se transfigura noutra doçura muito mais pura e muito mais nova.

(Miguel Torga)

350 Kms no espaço, mas muito, mas mesmo muito perto no coração...

Anónimo disse...

Estás de pé e continuarás de pé.
Dizem que a noite é boa conselheira, mas eu nunca achei, pelo menos para mim nunca foi.Prefiro mesmo é deitar-me a cair de sono para não pensar em nada.
Continua a acreditar que vais conseguir, porque vais mesmo.

Um beijo

São