terça-feira, 14 de abril de 2009

Coincidências...

Uma vez aconteceu-me estar em Dallas e ouvir uma conversa de uma amiga da minha amiga Alba, ambas brasileiras, em que a primeira, acabada de chegar do Brasil, estava a falar sobre a minha irmã Maria João. Perceberam? Em pleno Texas! Quando a abordei e lhe perguntei se teria compreendido bem, ouvi da boca de uma estranha, tão ou mais surpresa do que eu: "Você é irmã da Maria João!!???". Foi a maior coincidência que me aconteceu na vida, pelo menos a mais espectacular.

Hoje, estava aqui a pensar por que razão as únicas pessoas com apelido Pais que eu conheço, sem serem as da minha família (ou pessoas famosas, que também as há por aí) são duas mulheres que trabalham comigo e estão ambas na batalha contra o cancro da mama. É arrepiante...

Beijos,
T.

P.S. Chovia a potes quando saí do trabalho, além de estar uma ventania brutal. O que poderia acontecer de pior do que ter um furo? Muita coisa, é verdade, mas foi o que me calhou em sorte para acabar um dia que poderia ter sido perfeito. Hoje o carrito dorme fora de casa. Ficou lá... Se eu já não mudava pneus quando era uma jovem atlética e saudável, imaginem agora. Amanhã, resolve-se. É chato, é verdade, mas trocava o cancro por um furo todos os dias. As coisas valem o que valem, agora já não me engano com detalhes.

5 comentários:

Anónimo disse...

Há coincidências impressionantes e essa do apelido Pais é incrivél. A tua batalha já está quase ganha, vais conseguir matar o "bicho".
Todos os dias quando entro no teu blog penso que uma pessoa que nos transmite tantas mensagens fabulosas, só pode ser uma vencedora. Vais vencer eu tenho a certeza.

Beijos
São

Ninia disse...

T., não estejas à espera que eu volte da Alemanha para eu mudar o pneu. A Ninia dá muito jeito não dá?
E o teu marido, não muda pneus?

Anónimo disse...

É preciso que se saiba que essa irmã de quem falas resolveu há dias limpar os milhares de "amigos" que tinha no Facebook e deixar ficar só os que conhecia... E assim, limpinho, limpinho, ficaram só... 500 e tal! Se fosse comigo, não ficariam mais de dez. Moral da história: de mim, nunca ninguém falará em Dallas.
A.

Anónimo disse...

Ahahahah é o que dá teres uma irmã famosa... ainda hás-de ouvir falar de mim em muitos lugares... se Deus quiser! Sim de facto é verdade, 500 e tal, perto dos 600...
Quanto à restante coincidência, espero sair ilesa, é que não é nada... bom... o melhor é mesmo estar atenta...
De facto tens toda a razão, um furo é só um furo... e não tem mesmo importãncia nenhuma...
Beijos muito grande Mana Grande
Luv u ;)
m

Fipas disse...

yeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeloooooooooooooooooooooooowwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Coincidências... são de nos partir a cabeça, dão belas histótias para contar, mas as que não interessam são parvoíces!!!!! ahahah!

Beijinhos com SAUDADES!