terça-feira, 30 de junho de 2009

O dia em números (e só até às 18 horas!)

Quatro TAC, seis horas de jejum, 200 euros dos exames, 30 adesões à causa Entreguem o Martim à mãe, 70 euros nuns sapatos da maravilhosa Zilian (antes de saber quanto eram os exames, claro), cinco copos de contraste liquido (para opacificação do tubo digestivo), três veias rebentadas, milhões de lágrimas perdidas na sala das TAC (quando se junta a dor física à outra que lá está sempre é um desastre), 3 enfermeiros para conseguirem dar-me uma injecção de contraste (muito obrigada ao terceiro, um João), cinco dias úteis para saber resultados e... um Magnum Sandwich para o aconchego da alma e dos braços picados.

Beijos,
Teresa

11 comentários:

Ninia disse...

Se pudesse dividir contigo, fazia-o. Estou sempre contigo.

susana vinga disse...

Eu também, mesmo a 3000km de distância! Beijinhos e até breve.

Maria disse...

És uma mulher de grande coragem, admiro-te imenso. Vais vencer esta batalha. Beijos da João (tia da Pocahontas)

Anónimo disse...

Como disse a minha irmã és uma grande MULHER.
Sempre te disse que quando tudo isso acabar vamos festejar. Vou rezar por ti esta semana para que os resultados dessa "treta" toda sejam bons.
Beijos
São

Anónimo disse...

wow, como sempre volto aqui para sentir forte os paradoxos da Vida, a humana e d'Alma. Seus relatos me inspiram a viver tudo completamente, o que *parece bom ou ruim, aspirando o famigerado despreendimento daquilo que eventualmente passa ou se torna menos intenso do que antes. Pra que acrescentar qualquer outra coisa ao que simplesmente e'. Penso em voce com carinho,maria

Fipas disse...

Ninguém imagina o que estás a passar... as tuas palavras e números são..., só podemos dar-te força (ainda mais!) e dizer-te que estamos contigo em todos os momentos! Um grande beijinho!

Anónimo disse...

Não tenho palavras... estou contigo!
Amo-te muito!
Beijo grande mana Grande
m

Anónimo disse...

:-) VAI FICAR TD BEM!

ana disse...

Que calvário, Teresa. Só posso desejar-te muita força, os melhores resultados e muita saúde para gozares os teus lindos sapatos. Um abraço grande de sempre.

Anónimo disse...

Olá Teresa, já não nos dizes nada?
Espero que esteja tudo bem.
Beijos
São

Clara Azevedo disse...

O que me impressiona é que tudo isto está filtrado, e mesmo assim parece tão horrível... És uma montanha de força! Beijos