domingo, 15 de novembro de 2009

Quero é viver!

Será que o pesadelo está a terminar? Será que as dores de ontem à noite foram as últimas provocadas pela injecção que estimula os glóbulos brancos? Provavelmente, não... Para quem tem metástases, como eu, a luta contra esta doença passará, creio, por mais sessões de quimioterapia. O que eu queria era que, pelo menos, demorasse a voltar... que o tratamento hormonal se prolongasse por (muito) mais de quatro meses, como aconteceu este ano... que o eu próximo Verão fosse livre e retemperador, que 2010 fosse um ano, no mínimo, amistoso.

Já não peço muito. Como diz a música "Quero é viver!", ser mãe da Joana, trabalhar, aproveitar mais e melhor a vida e, se possível, ir sendo feliz. Aos bocadinhos, como normalmente a felicidade nos aparece.

Beijos, T.

P.S. Não sei nada sobre essa tal da gripe, esta semana vou informar-me e depois conto tudo o que me disserem. Beijos, beijos

14 comentários:

Madalena disse...

Olá Teresa! É muito importante que estabeleças essas metas. Tenho para mim que as metas, levadas a sério, são garantia de vida. Ver a Joana crescida e linda é certamente uma meta que vais atingir. No ano passado arranjei umas metas mais pequeninas (eu sou mais velhota!) e fiquei feliz por ter "chegado" lá, cortado a fita. Uma delas, a mais importante, foi o casamento do meu filho mais novo. Beijinhos Teresa!!!! Traça o teu plano, define as tuas metas e vais cumprir. Olha o Lance Armstrong!!!

Teresa disse...

Obrigada, Madalena, pelas tuas palavras. Gosto muito de estabelecer metas mas tenho dificuldade em cumpri-las. Vou concentrar-me mais|| Ver a Joana crescida e feliz, mais do que uma meta, é um sonho.
Beijinhos, Teresa

Madalena disse...

E o sonho..., diz quem sabe: comanda a vida! Beijinhos para ti e para a Joana! (Manda-me o teu mail: madalenagms@gmail.com Pode ser?)

Teresa disse...

Claro que sim, Madalena. Aqui fica o meu e-mail para quem se interessar:
casadaparede@gmail.com

Xekim disse...

Olá. Vim num instantinho a sua "casa", desejar uma semana sem igual "pra melhor claro"

Beijinhos e SEJA FELIZ.

Teresa disse...

E fez muito bem, Xequim... Já estive na sua. Já vamos entrando sem bater, o que é óptimo. :-)
Boa semana!!
T.

TeresaM disse...

Olá...temos crise??? Agora que o pior já passou??? Olha Teresa, falo por mim: partilho a tua angústia! Sinto que a luta para sobrevivermos aos tratamentos é tão titânica e dura que, quando acabam ficamos como que: e agora??? que faço???? Já não estou em tratamento, será que continuo doente??? E, se estou??? Quem me garante que estou bem? Esta dor, difusa...porque aparece??? Quase que ficamos "viciadas" nos tratamentos (não nos efeitos) mas no que respeita ao facto de nos sentirmos protegidas quando os fazemos e completamente desnorteadas quando os acabamos! Nesse desnorte, aparece a ansiedade e a angústia porque não sabemos como estaremos daqui a um ano. Daí que me diga, o mesmo que direi a ti: viver o presente, viver estes momentos de bem estar, vivendo...porque respiramos, apreciamos um bom petisco, o riso dos filhos, os amigos que nos fazem bem...
Enfim viver todos os dias, plenamente, para não vivermos a "meias", em tempo parcial, como um "recibo verde" sempre com medo do futuro!
Vive assim que viverás muito mais tempo!
Um grande beijinho

Teresa disse...

É isso mesmo, minha amiga Teresa, tal e qual descreves. Parar a quimio dá uma sensação de falta de protecção aterradora. Obrigada por colocares as coisas de forma tão clara, a verdade é que não tinha feito essa reflexão...
Muitos beijinhos, fca bem.
T.

maguie disse...

Como eu te compreendo....
è assim como diz a TeresaM vive um dia de cada vez, vive o presente é isso que eu tenho feito, viver intensamente enquanto me for possivel, é assim que vamos conseguindo um pouco de felicidade que seja
diz o roto ao nu heheheh!!!

beijinhos grandes
uma boa noite
..

Anónimo disse...

E fazes mesmo, que nós vamos testemunhando com fotos e relatos. Muito bem, Maguie, és um exemplo para todas nós.
Beijos, T.

Anónimo disse...

Que grito lindo: "Quero Viver!" E a Vida te responde: "Quem te quer sou eu!" It's Life that breathes into us, not the other way around! Saudacoes aos amigos desse espaco, os considero meus amigos tambem. Love&care, maria

Fipas disse...

Mil beijinhos e boa semana!

Daniela disse...

ola Teresa, boa tarde :)

nada de desanimar... como tu dizes, temos é de viver ou tentar viver.. e acredito que vais ultrapassar tudo e daqui a nada vais voltar à tua vida...
temos de nos animar, só assim conseguimos aguentar isto..


está tudo a correr bem comigo... esperemos que continue assim

beijinhos

Anónimo disse...

Eu sou mesmo aquela que não percebe nada disto, graças a Deus, mas acredito que vais ter um ano melhor, e estou com a Maria, a vida responde-te de volta.
Conseguir manter a cabeça tranquila, deve sem dúvida ser um dos pontos altos desta doença, mas sem dúvida também um bem essencial à recuperação.
Tudo pode acontecer, a Madalena também dá um bom exemplo disso.
Aproveita, afinal sofres porque não queres ter tratamentos tão cedo, e sofres porque não os tens...
Respira fundo e vai dar umas caminhadas assim que puderes.
Muitos beijos muito grandes mana Grande
Luv u!
m