sexta-feira, 28 de maio de 2010

Na luta contra o tempo

Não tenho tempo para nada, não sei como isto me acontece. Sou o coelho da Alice. Trabalho menos horas do que antes, ando sempre com assuntos por resolver no emprego, a minha casa está um caos, não há nada para comer no frigorífico, não vou andar nem tenho ido ao ginásio... e nem sequer cozinho, limpo a casa ou passo a ferro, tenho essa sorte, não sei o que seria de mim se o fizesse... Digam-me, para onde vai o meu tempo?

Acho que o durmo.

Nunca dormi muito mas agora sou uma sorna. De manhã, arranjo a Joaninha para ir para a escola mas depois de ela sair de casa, um pouco antes das nove, ainda me deito mais um bocadinho e por vezes até durmo mais uma horita... Aos fins-de-semana juro a mim própria que vou arrumar tudo em casa mas passo os dois dias em estado semi-catatónico (um género de dormir estando acordada) e chego ao domingo à noite com tudo na mesma... Durmo e descanso demais. E nunca me sinto descansada.

Gasto o meu precioso tempo a não fazer NADA! Odeio não fazer nada, odeio o tempo a passar sem lhe dar utilidade, odeio vê-lo passar sem conseguir agarrá-lo e dar-lhe bom uso.

Olho para as pessoas na rua e parecem todas tão tranquilas, saudáveis e felizes... Porque é que os outros parecem todos perfeito? Isto só me acontece a mim????

Beijos, bom fim de semana
TP

Se eu não voltar mais aqui, é porque sobrevivi a muita coisa mas não ao Rock in Rio e à Miley Cyrus (a Hanna Montana), que vou amanhã ver com a minha filha. Devo ser esmagada, sem dó nem piedade, pela multidão de criancinhas tresloucadas...

14 comentários:

Natália disse...

Olá Teresa
è claro que não te acontece só a ti,a mim acontece o mesmo e penso que a quase todas as nossas amigas.
Acho que já contei isto,mas vou contar outra vez,há uns meses atrás estava exactamente como tu estás agora,um dia na reunião da psicologa,ela viu que eu não estava bem e perguntou-me o que se passava comigo,eu comecei a chorar,foi a primeira vez que chorei no grupo e contei porque estava assim,sentia-me mal,eu sempre trabalhei muito,sempre tive muito gosto em ter as minhas coisas todas arrumadinhas e agora não tinha vontade,sentia-me uma inutil,éramos umas vinte naquela sala,no fim quase todas choramos,porque todas sentiamos o mesmo,só que nos calavamos e pensavamos que era preguiça,mas não Teresa,é a própria medicação é o nosso corpo que por mais que queiramos nunca mais vai ser o mesmo,temos todas dias menos bons,temos dias de muito cansaço,mas isso é normal,temos que nos acostumar e tentar não pensar muito,não forces,não queiras já ser a mulher que eras vai levar tempo Teresa.
Pensa só nisto...não és só tu somos todas,não te martirizes com isso nem te sintas culpada,temos que aprender a viver com as nossas limitações,por muito que a nossa cabeça queira o corpo ainda não deixa.
Beijinhos Amiga.

Madalena disse...

Teresa Lindona, a Estrelinha já disse tudo. Hoje falei com uma amiga que esteve doente e fez tratamentos há 19 anos e ela ainda tem dias assim, do tal cansaço inexplicável que nos faz sentir ainda pior. Venham os próximos dezanove anos para darmos esse testemunho! Vais então submeter-te ao teste da Hanna Montana?! Acho que vais "passar"!!! Beijoquinhas para ti e para a Joana.

angelina disse...

bom dia Teresa
e bom fim de semana
beijinhos

Gatapininha disse...

Oi Teresa
Eu dei a opção entre ir ver a Hanna montana e as winxs on ice e, felizmente para mim, ganharam as segundas:)

Infelizmente, tal como as meninas, também eu ando sempre com falta de tempo. O importante é escolhermos as prioridades, não interessa se já não conseguimos entrar no escritório com tanto papel e livros por todo o lado! lol

jokas

Geninha disse...

Olá Teresa
Comigo acontece o mesmo, á noite começo a planear o dia seguinte , todo direitinho e depois crashhhhh, sai tudo ao contrario, a perguiça ou o cansaço é mais que muito, a cabeça quer , mas o corpo não, a seguir neura.

Beijinhos e Bom Fim de Semana
Bom concerto

Teresa disse...

Pois, estava a precisar de ouvir isso, acontece a todas. É tão difícil lidar com esta novidade na nossa vida. Acordava sempre enérgica e bem disposta e agora pareço uma zombie logo de manhã, depois de ter acordado cem vezes de noite, com frio, com calor, com dor nas costas, com sede... caramba, é uma noitada!
E o que mais me custa a admitir é mesmo a palavra preguiça... acho que não é uma coisa tão má como ma pintaram... agora pago as favas de um preconceito antigo.

Beijinhos, Nat, Madalena, Angelina, Sandra, Geninha.
Bom fim-de-semana para todas.

Sandra, na verdade até fui eu que lhe ofereci o bilhete. São impulsos, depois vem a consciência LOL

TP

Janine disse...

Querida Teresa, boa sorte para a Hanna Montana, as minhas primas também gostam muito. Tenho a certeza de que vai correr bem;)
E quanto ao resto, deixo um beijinho grande. (já foi tudo dito) E é tudo menos preguiça, preguiça é o que eu tenho quando penso em ir estudar!! ;) Um beijinho enorme e muito boa disposição para este final de semana.

maguie disse...

Lindinha

é tal e qual como dizes e como dizem as outras meninas, não é perguiça não, faz parte desta nossa fase, eu sempre fui muito exigente com a minha casa, tenho a mania das limpezas é um defeito muito mau, felizmente tenho alguem que vem cá 2 vezes por semana, mas foi só depois desta porcaria do cancro porque antes eu não queria que ninguem fizesse o trabalho de minha casa por mim tinha de ser eu, e agora deixo que o façam, parece que a motivação já não é a mesma, o corpo só pede repouso...
isso é normal, não fiques triste porque um dia vai passar....
Diverte-te no Rock in Rio heheheh... este ano tb não fui com medo dos apertos..
beijinhos e bom fim de semana
..

Anónimo disse...

Caríssima
Digo de minha justiça: É uma treta!!!! Depois dos tratamentos ficamos assim....dá para tudo: ele é moleza, preguiça, estado de alma parado, dia sem história, falta de concentração, burrice a potes, marasmo, energia a voltar aos poucos, parece que vamos voltar ao que éramos e depois...volta tudo ao mesmo: moleza, preguiça, sonecas a potes, sofá..sofá...sofá!
Enfim...temos que aceitar e ir fazendo...
Beijinhos para ti (rock....in rio...confusão, poeira, sol, filha entusiasmada...vais gostar - de ver a tua filhota feliz, claro, que do resto..vais vir partidinha....)
Lollll
TeresaM

Susana Neves disse...

Boa noite Teresa,

já menos sinto menos só. Confesso que nunca fui a pessoa mais enérgica do mundo, mas agora é demais.
Se bem que ter de me levantar sempre às 06h30 também não ajude.

Será que algum dia (a preguiça e todas as outras mudanças nas nossas vidas) vai acabar?

Enfim, desculpa não ajudar, mas tem sido um assunto que me aborrece, isto de ter a casa num caos.

Diverte-te muito com a tua Joaninha. Pelo menos essa alegria, de ter filhas lindas, ninguém nos tira.

Beijinhos

Lina Querubim disse...

TeresaP
é como disse a Natália. Eu e a Nana já conversamos sobre este tema várias vezes antes eu não podia ver um cabelo no chão, pó numa mesa, etc...andava sempre a limpar. Também estive muito tempo sem trabalhar... depois trabalhei uns anos em casa a ajudar a empresa dumas Amigas e deixei novamente de trabalhar uns dias antes de ser operada. Ou seja tinha tempo disponivel para tratar de tudo o que era bom, o Kim não concordava porque eu passava muito tempo fechada mas eu sempre fui muito "caseira"
Agora...quase nunca me apetece fazer nada, adoro cozinhar já nem isso tenho vontade...se me apetece limpar, limpo senão fica para amanhã!
Já não tenho esse tipo de preocupações :p eu até antes de ir de férias ficava tudo impecável o Kim perguntava: olha lá, estás a limpar para os ladrões????
Eu respondia: sei como saío, não sei como entro! ihhiihiihihi coisas que ouvimos as Mães dizer acho eu...
Tenho tempo de sobra não o utilizo tal como tu, acho que é um desperdício mas tudo me cansa. Aspiro a casa estou de rastos, se estou na cozinha toca o telefone que está no quarto as pessoas do outro lado perguntam-se se vinha a subir as escadas, e não estou a dizer com isto que a minha casa é grande são 3 assoalhadas pequenas.
Fiquei cansada da quimio, da radio, do herceptin, de tudoooooooooooooooooooo :o( tenho os sonos trocados mas sempre fui assim gosto de estar acordada á noite e dormir de manhã. Adoro dormir agora só lá vou com comprimidos que me deixam sonolenta o dia todo...
Estou uma perfeita calona e admito-o!
Eu não era assim mas agora sou, espero vir a mudar em algumas coisas como por exemplo ocupar o tempo com coisas úteis.
Bahhhhhhhh...admiro-me com as pessoas que passaram o mesmo que nós e fazem tudo!!!
Como conseguem???? Sem ajuda????
São SUPER MULHERES!
Como vês Teresa aqui tens um exemplo da treta...beijinhos e depois do Rock in Rio tem uma noite tranquila dorme com os Anjos

Graça disse...

Prima,
Eu acho que sou a excessão!! cada vez trabalho mais, o tempo voa!,
além de trabalhar 12 horas por dia, não tenho ninguém em casa que me faça nada!! durante a semana o meu marido encarrega-se da cozinha, faz a janta, e arruma a loiça, mas ao fim de semana, tenho tudo à minha espera, as roupas ocupam-me o tempo quase todo, e ás vezes também trabalho ao sábado, é dose!! Mas tem que ser!! parar é morrer!!.
É verdade que também me sinto cansada, mas tento ser forte e fazer tudo como fazia antes. O mais difícil para mim é levantar cedo.
Beijinho Grande

Teresa disse...

Ai, prima, até envergonhas uma pessoa... és uma mulher de armas, caramba!
Beijos, T.

Anónimo disse...

ahahahahahah... o mana então não se vê logo pela foto?!!!
Olha eu acontece-me o mesmo e não tenho o vosso historial... mas como já te disse uma vez, e até foi a minha psicóloga que me disse - e muito bem, dá-te o teu tempo!! Não exijas de ti o que ainda não és capaz, relaxa e aproveita ao menos para descansar, porque a mim parece-me que estás em stress... se não és capaz de fazer nada, não faças e goza esse momento, sem culpas ou julgamentos... é que assim é que se torna tempo perdido, porque acabas também por não descansar... é favor meditar mais um bocadinho, é para isso que serve para treinar a nossa cabecinha que é uma grande "traidora" muitas das vezes... Relaxa boneca, concentra-te...
Beijos grandes mana, luv u!

m