quarta-feira, 27 de abril de 2011

O inimigo invisível

Diz-se que para se sair de pé de qualquer confronto, é fundamental que se conheça o inimigo. Quase três anos depois de ter tomado conhecimento do mais terrível e dissimulado adversário da minha vida, ainda não lhe consegui ver mais do que uma volátil sombra, e até essa acabou por se desvanecer...

Acreditar que tão poderoso inimigo perdeu a guerra contra mim em duas batalhas e se esfumou da minha vida para sempre, faria de mim a pessoa crente e algo ingénua que não sou nem nunca fui. Conto com mais luta. Mas, confesso, viver à espera que o inimigo volte a mostrar as garras de fora tem-se revelado uma tarefa dura e até ingrata, que cansa e, de certa forma, enfraquece.

Esta é, ao que parece, mais uma das formas que o inimigo - que em silêncio se reorganiza dentro de mim -, tem para me tentar derrotar: manter-me a pensar nele, procurando-o em múltiplos e desgastantes exames médicos, análises atrás de análises, sucessivas consultas médicas, ansiedade e medo para dar e vender.

Amanhã, vou recolher os exames feitos e na sexta-feira tenho consulta. Vamos lá ver se o monstro se mantém a dormir no que, do alto da sua arrogância, julga ser a sombra da sua bananeira.

T.

11 comentários:

Susana Neves disse...

Espero que tenhas boas notícias. Depois conts.

Beijinhos

Susana Neves disse...

Espero que tenhas boas notícias. Depois conts.

Beijinhos

Nela disse...

Beijinhos.
Depois, conta o que for, sim?
Torcemos para que o gajo esteja a dormir.

Lina Querubim disse...

Estou aqui sempre tu sabes :o) e como diz a Nela vamos esperar que o desgraçado esteja a dormir para sempre!!!
Beijinhos e fica com os Anjos!

angelina disse...

beijinhos Teresa
e se Deus quizer vais ter boas noticias

IsaLenca disse...

Vamos acreditar!

Bjs

sonia disse...

Um beijinho grande
Teresa,e sempre com muita,muita fé...

maguie disse...

claro que o bandido éstá a dormir e para sempre, vai estar tudo bem depois diz alguma coisa
beijinhos
..

gabriela disse...

Pensamento positivo força amiga vais vençer, beijinho

Madalena disse...

Eu acho que ele não quer saber de ti para nada! Já viu que contigo não faz farinha. :)
Este é o meu desejo maior querida Teresa. Quando olho para ti e para as outras meninas sou tipo ressonância/tac/eco tudo ao mesmo tempo: nada, nada, nada! Nunca vi gente com aspecto tão saudável. E o povo diz que o mal e o bem à cara vem. À tua (à vossa) só vem o bem, porque só o bem é que está na calha.
Onde é que vamos festejar?
Mil beijinhos!
Mais mil que quem está a precisar muito de mimo sou eu!!!!!

Guida Palhota disse...

Teresa (e Madalena, também),

Segundo sei, o bicharoco anda mesmo adormecido, atordoado, perdido, e é exatamente por nós sorrirmos sempre, coisa que o põe maluco. Desconfio que não aparece mais!
Ânimo, cachopas, é algo que vamos sempre conseguindo arranjar, se não para nós próprias, pelo menos umas para as outras, e isso faz um efeito maravilhoso!

BEIJOS MUITO GRANDES,
grandes guerreiras amigas!