quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Sopas e descanso


Longe de tarefas profissionais e domésticas, foi um dia que se aguentou melhor do que eu esperava. Ter alguém a trabalhar por nós, custa, mas quando não se consegue, é muito bom saber que essa possibilidade existe e está a ser levada adiante. Em casa, a mesma coisa. Por mais que me custe que o Júnior esteja a tirar férias para me acompanhar nestes dias mais complicados, a sua presença é preciosa. E com as tarefas domésticas e mimos a cargo das velhotas, a mim só me resta fazer o que realmente preciso: comer bem e descansar. E assim foi. Sopa verdinha feita na hora, peixinho fresco cozido com muitos legumes, chás e torradinhas, Joana na escola a horas e, à noite, de banho tomado e jantada, sem que, para tudo isto, eu tenha mexido uma palha, de uma energia que, na verdade, não tenho.
Dormi de noite, dormi de tarde, tenho sono... Começo a ler, adormeço, começo a ver televisão, adormeço... sentada, deitada, ainda só não durmo de pé. As náuseas foram brandas comigo hoje, nunca desapareceram mas não me "atacaram". Por comparação, foi um segundo dia melhor do que o do primeiro ciclo. Mas é melhor não deitar muitos foguetes porque, se for como nos fechos das revistas, nunca dá sorte.

Amanhã volto com mais notícias. Obrigada pelo vosso interesse.
Beijos,
T.

7 comentários:

Ligia disse...

Fico muito feliz por saber que estás a conseguir minimizar os estragos tão bem. Já agora permite-me que este espaço também sirva para um desabafo meu. Soube tão bem ouvir a tua voz esta tarde. Os minutinhos que falamos fez-me sentir-te perto de mim. Foi muito bom. É que as saudades já são muitas... Vá não te babes, ok?
Continua a prtar-te bem para seres uma linda.
Mil beijos da tua macaca que te adora.

Ninia disse...

Que bom ter a mama e a vovó a cuidarem de tudo. E a Joana, e o Júnior, e a mana, e a Rita, e a Rita, e, e, e, e, e a Ninia à distância.
Mais beijos

rita disse...

Pois eu, que não tenho ciúmes de nada nem de ninguém, fiquei com ciúmes daquela macaquita que te adora (e eu também te adoro... e à macaca), porque hoje não falei contigo. Até sondei uma espia para saber como estavas realmente, que eu cá com sms não me oriento.
Fico feliz por saber que o teu dia afinal foi tão bom quanto esperava.
um beijo

Ana Almeida disse...

Só hoje recebi o link para estar aqui hoje... e adivinha tens mais uma fã incondiocional! És a responsável por me deixares com um grande sorriso nos lábios ao deixares passar um feeling tão bom. Sim foi mt bom ler e saber que estás a lidar tão bem com este mostrengo (espero que te livres depressa dele). Sempre que precises de algo não hesites em ligar nem que seja uma lâmpada manhosa que se fundiu (tenho a certeza que o paulo prontamente a mudará) Bem ja chega de testamento, prometo que volto, BEIJO do tamanho do MUNDO

Ana Isabel Almeida

P.S. Adorei o Newsplex

Anónimo disse...

Querida directora, é bom saber que neste segundo ciclo as coisas estão a ser mais softs. um beijo muito grande e abraços do tamanho do universo. tenho, temos, saudades tuas

Isabel Oliveira disse...

Tal como a Rita, também eu fiquei com uma pontinha de ciúmes da macaquinha que te adora mas, pensando bem, ela tem muito amor para distribuir, é uma força da natureza. Que bom saber que estás muito e bem acompanhada. Esse marido é precioso. Comer bem e descansar são recomendações a levar à letra. Bjs.
IsabelO

Lucinda disse...

Fico muito contente por te ver com esse intusiasmo nesta "luta". Já sabes que podes sempre contar comigo em tudo o que precisares. Muita energia positiva para que consigas vencer esta dolorosa batalha o mais rápido possível!

As melhoras

Beijinhos