quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Novo visual




Repete-se a história, tudo muito parecido com a primeira vez. Um dia que se passou com uma náusea muito ligeira, e nada mais. Ao ar livre sinto-me melhor, por isso, faço o programa das velhinhas, sento-me no jardim ou na varanda, e inspiro, expiro, enfim, encho-me deste ar puro que vem do mar e cheira a férias. Fico feliz por viver na Parede. Tendo em conta que sou uma proscrita de novos seguros e empréstimos bancários, tenho sorte de já ter encontrado uma casa que me enche as medidas.

Fomos almoçar ao Gordini de São João do Estoril, com aquela maravilhosa vista sobre o mar, soube lindamente. Aí tirei a foto que hoje vos mostro, com um novo visual. O que acham? À tarde demos a nossa caminhada. Ainda tive de dar a mim própria uma injecção, em que o verdadeiramente difícil foi encontrar uma prega de gordura na barriga... A ajuda familiar que veio de Sul garantiu um período de jantar tranquilo e um bom alívio dessa tarefa.

Por hoje é tudo. Se for como da primeira vez, amanhã será o dia mais complicado. Dou-vos notícias, espero que boas.

Beijos,
T.

11 comentários:

Anónimo disse...

o visual está óptimo, adoro essas cores púrpuras que usas, já te tinha dito.
Tenho um disco para te dar, é excelente, vais adorar.
Já tens equipa no terreno, e na retaguarda... aos molhos :-)
beijo grande e boa sorte para amanhã.
Luv, mana

Ninia disse...

Estás muito bem, de facto.
Tens muita sorte em viver onde vives. Tudo isso é lindo.

Amanhã tens que apanhar então muito ar. Qualquer coisa, apita. A qualquer hora.

Anónimo disse...

Estás com óptimo aspecto. Adorava viver perto do mar, mas quis o destino que viesse morar para Massamá que é pavoroso. Espero que o dia de amanhã te corra bem.

Bjs da São

Rui Guerra Figueira disse...

Teresa tenho-te lido desde há uns dias em silêncio, sem me fazer anunciar; agora faço-o só para que saibas que também estou por cá, que também estou contigo, que gosto do que escreves e de como o escreves. Regresso então ao meu silêncio que nunca será ausência, mas também não é dar as mãos, porque já percebi que não gostas (e os deuses que me livrem de te ver contrariada!), mas pode ser um abraço, não pode? Daqueles que se guardam para usar muitas vezes ou para usar só uma vez, mas sempre e quando o desejares.
Rui
PS Ah e estás gira sim!

pocahontas disse...

Teresa Pais surpreende os fãs

"Mudei de visual"

A directora da conceituada revista de televisão tvmais arrasou num almoço junto à praia com seu novo look

(Que saudades que eu NÃO tenho disto. Estás linda priminha!)

Ligia disse...

Ainda bem que ele não se cruzou contigo,toda gira, com as cores da moda... Acho que vou arranjar maneira de mudar o local das corridas, se não, ainda corro o rico de correrem comigo!!! livra! Vai de metro...
Tás LINDA e gosto muito de ver o lenço. Podes também colocar ganchos e molas. Tu és uma linda e eu Doru tu tanto. Beijo godo da tua macaca

Isabel Oliveira disse...

Tu estás linda, ainda mais. Esta é a minha estreia no teu blog, que emana lucidez, compreensão, verdade, amizade... tanta coisa boa.
Bjs.
IsabelO

beatriz disse...

olá
é só para mandar um beijo e força!
beatriz

Fipas disse...

A minina tá supé gira! Gosto dos tons também! Espero que tenhas um dia arejado e com ares da praia!

Aqui vai uma frase que acho graça :)

"Há 2 espécies de chatos: os chatos propriamente ditos e... os amigos, que são os nossos chatos prediletos."

Mário Quintana

:)

Filomena disse...

Um dia uma amiga minha... daquelas que vemos quase de ano a ano, mas que não esquecemos... disse-me que "os amigos são como as bruxas - não os vemos mas estão sempre lá". Ó prá bruxa aqui!
Olá miúda.
E com licença que vou falar francês: porra que escreves bem como o caraças!
Nada que eu já não soubesse, mas é que lido tudo assim de uma assentada... xiça!
Não te vou dizer nada... a não ser algumas baboseiras que me possam fazer ressalto nos neurónios semi-louros... só que, não sei porquê, a sério, não sei mesmo, sempre gostei de ti. Ainda bem que não és homem, porque li algures numa treta qualquer de psicologia sobre relacionamentos amorosos uma resposta de um psicólogo a uma jovem que dizia não saber por que gostava do namorado, ao que o especialista respondeu "se não sabe porquê, é porque gosta muito". Olha... vistesssss? As coisas que eu descubro.
Soube, passei aqui, li-te.
Estou aqui. E vou ficar.
Beijos T
Filó

Anónimo disse...

Passei para te ler e dizer olá, num dia que calculo não ser fácil. O cabelo está espectacular! E o assistente também está com bom aspecto, nesse seu novo papel!
Um beijo,
claudia