quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Para a cabecinha!

Ajuda psicológica, finalmente! Ainda não a do Estado, mas aquela que o bendito dinheiro pode comprar. E se, como se diz, a empatia é importante nestas situações delicadas, pela minha parte, não poderia ter sido melhor. Tenho tido sorte. Tal como aconteceu com a dra. Manuela Bernardo, senti de imediato imensa confiança na dra. Graça Gonçalves e um genuíno prazer em conhecê-la. Ou não fossemos nós vizinhas, da mesma rua!! E, para primeira "aula", já vim com algumas ideias interessantes para reflexão, uma até para colocar em prática. A componente psicológica no tratamento do cancro é cada vez mais reconhecida e eu não quero ficar de fora. É indispensável para a mudança interna, para que a doença não traga só sofrimento, mas também a possibilidade de solucionar situações que antes pareciam impossíveis. Se a coragem para enfrentar o tratamento não me parece faltar, já a esperança de viver é algo que preciso de fortalecer. E é nisso que quero trabalhar agora. Com família e amigos muitas vezes debilitados também, é preciso quem compreenda os medos e acolha as fragilidades desta gente que sofre e precisa de atenção... E, se eu sou uma dessas pessoas, segundo se diz por aí, o primeiro passo está dado!

Beijocas.
T.


P.S. Hoje foram os aninhos da minha Lígia. Muitos parabéns, macaca, que sejas muito feliz e que que tenhas gostado do exagero de prendas que recebeste hoje... Amanhã quero ver-te com uma linda camisola amarela que uma grande amiga te ofereceu com muito amor e carinho.

6 comentários:

Ninia disse...

Eu estou cá para tudo. Para todos os trabalhos, todas as actividades e todas as situações.

E não tenho dúvida nenhuma que vais ultrapassar esta doença.

Anónimo disse...

Muitas coisas já estão acontecer, que antes não seriam impossíveis mas sim improváveis...e há que ver o copo sempre meio cheio.
Todos vamos ser fortes, e todos nos vamos ajudar, e todos vamos conseguir... que bonito...:-)
Bem mana, já sabes, estamos juntas!
Beijoss enormess
m

Anónimo disse...

Querida directora, acredito piamente na frase que alguém te deixou neste blog: a clean desk is a sick mind! É por isso que a minha está no estado em que está (OK não chego aos teus calcanhares no que toca a desarrumação, mas tu tens mais espaço do que eu :))
Fiquei toda contente quando ontem disseste que a consulta tinha corrido bem, e ainda mais quando hoje li o teu post. Vais ver, agora que andas em arrumações lá por casa, arrumar as ideias e o coração também te vai saber bem. Apaziguar a "máquina" com a ajuda de quem sabe, calculo que deve ser revigorante. beijos. xau-xau, até amanhã, até amanhã

Teresa disse...

Macaca, não vestiste a camisola que eu te dei, mas a continua a ser verdade: também é amarela e também foi oferecida por uma grande amiga com muito amor e carinho. Estás desculpada...

Ligia disse...

É verdade, completei mais um aninho e já cá moram 39... Meu Deus, como o tempo passa. Recebi muitos mimos e muitos presentes. Todos muito bonitos. Estava previsto vestir uma camisola amarela que AMEI e que me fica muito bem, mas a verdade é que o frio não deixou. A T fez birra, mas nada que não se reolvesse com dois grandes beijos. Em relação à secretária, basta eu lançar um olhar mais reprovador que a directora diz logo: Eu já vou arrumar! Fiquei muitocontente por saber que a consulta correu bem. Tenho a certeza que te vai ajudar. Pela minha parte, vou estar sempre prontinha para te encher de mimo. Mil beijos da tua Macaca que te quer tanto bem. Doru tu tudo.

Fipas disse...

Parabéns à macaca! ahaha! Camisola amarela? É ciclista? Grande confusão! lol

Claro que vais ultrapassar isto tudo e quem vai ficar com a camisola amarela da vitória és tu!