quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

O que é?


Muita gente pergunta-me o que é, afinal, a quimioterapia. Copio aqui umas partes do livrinho Vamos Lutar! que me deram no hospital, para esclarecer quem tenha a sorte de não saber nada disto.
Aqui vai:
É um conjunto de medicamentos utilizados para tratar o cancro. Consoante o caso, a quimioterapia é utilizada para:
- retardar a progressão da doença ou fazer com que ela regrida,
- contribuir para a que a doença não volte a surgir após se ter feito uma cirurgia,
- permitir que o tumor reduza de dimensões de forma a permitir uma cirurgia mais perfeita

Pode ser administrada por via oral (comprimidos ou cápsulas) ou por via endovenosa (através da veia) - ou de um maravilhoso cateter (isto não vem no livro mas é certinho). Habitualmente, a quimioterapia é administrada por "ciclos", isto é, com determinada periodicidade. Assim, cada "ciclo" repetir-se-á, por exemplo, de 3 em 3 semanas ou de 4 em 4 semanas. Cada "ciclo" pode incluir uma ou mais administrações. O número de ciclos a fazer de um determinado tratamento é determinado pelo médico.

As células normais partilham algumas características comuns com as células cancerosas mas estas têm diferenças significativas: por exemplo, dividem-se com maior rapidez e o controle que o organismo exerce sobre elas é deficiente. A quimioterapia aproveita estas diferenças para actuar de forma selectiva e preferencial sobre estas células; no entanto, algumas vezes as células normais acabam também por ser afectadas e por isso podem surgir efeitos indesejáveis.

Efeitos sobre o sangue: do sangue fazem parte três tipos de células: os glóbulos vermelhos, os glóbulos brancos (ou leucócitos) e as plaquetas. Todas estas células podem ser afectadas pela quimioterapia que pode fazer baixar o seu número. Se o número de glóbulos vermelhos diminui pode surgir anemia. Se o número de glóbulos brancos diminui pode desenvolver-se infecções com mais facilidade. Com a diminuição de plaquetas pode haver maior tendência para hemorragias.

Muito mais haverá, certamente, a dizer, mas penso que isto chega para iniciados.

Beijos,
T.

7 comentários:

Anónimo disse...

Olá bom dia, desejo que seja, é bom saber que estás a ficar melhor que a crise deste ciclo já passou, mas não abuses no traballho e cuidado com o frio, é favor de se tratar bem, não te esqueças dos lanches da avó.
beijos grandes amor,beijos para a jo.passa um bom dia.
nina

Anónimo disse...

Vamos acreditar nos "poderes" desses medicamentos. Esperar que acabem com tudo o que não te faz falta aí dentro e se possível sem estragar o que faz falta...
Se Deus quiser já não falta muito, para este ciclo terminar, e quem sabe ficamos por aqui... vamos pensar positivo!
Bem... agora já sei quase tudo...
Beijo grande mana Grande
m

Anónimo disse...

Querida directora, apesar de um início de semana menos bom, acho que estás com um excelente aspecto. A droga tem ar que é da boa e o processo de administração vai curar-te. Acredito plenamente nisso. Gosto de te ter por aqui. De te ouvir rir. No fim-de-semana vais de viagem e e nós vamos ficar cheios de saudades, mas felizes por te sabermos a descontrair com alguém que te diz muito. Ainda bem. xau-xau, até amanhã, até amanhã

Anónimo disse...

Infelizmente sei bem o que é a quimioterapia, porque a minha mãe passou por isso. Já não falta tudo e quando acabares vais-te sentir melhor.Temos que acreditar que esses "venenos" te vão curar, como acreditei que curavam a minha mãe.
E ela aí está já lá vão 14 anos.
Continua com a tua força, que eu cá continuo a torcer por ti.

Um beijo para ti e outro para a tua linda princesa.

São

Anónimo disse...

Cá para mim andas a trabalhar demais...
Onde andas?!
Anda para casa que a noite está fria... :-)
Beijos grandes mana Mais Grande
m

Anónimo disse...

Espero noticías antes da partida para o frio, quero saber tudo do almoço de encontro com as amigas.Não esquecer de levar roupa bem quente. ou então faz como eu esqueço-me para ter a desculpa de ir ás compras.
Beijos grandes amor, passa um bom dia.
nina

Marisa disse...

Infelizmente... Conheço bem esses livrinhos e folhetos que dão no hospital! Conheço bem todos os efeitos, todas as formas de administraçao e de actuaçao da quimioterapia...

Mas essa droga, que agora lhe trás dor e sofrimento, vai acabar por salvá-la!

Eu acredito! Mas a principal a acreditar tem que ser a Teresa.

BeiUm grande beijinho, com votos de melhoras.
Marisa Carvalho