quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Eternidade

A vida passa lá fora,
Ou na pressa de uma roda,
Ou na altura de uma asa,
Ou na paz de uma cantiga;
E vem guardar-se num verso
Que eu talvez amanhã diga.

Eternidade
Miguel Torga, 1945

7 comentários:

Madalena disse...

I love Torga! Balão de fala que os meus alunos de há 30 anos colocaram num boneco de mim... Lindo! Beijinhosssssssssssssssss

Cristina Simões disse...

Vizinha.....quando teremos outro almoço?????
beijos
Saudades

Lina Querubim disse...

A vida passa, a vida continua!
Beijokas dorme com os Anjos!!!!

maguie disse...

Beijokas TPlindona******
..

Marcia disse...

Tenha umbommm dia,TPLindona!
muitos beijinssss
Ups...já errei,mas vai assim,mesmo,sorry!

O Baú do Xekim disse...

Olá Teresa.

Uma feliz Quinta pra si e família.

Beijinhos.

sonia disse...

Olá Teresa,

Vi que passaste no meu blog e deixaste-me uma pergunta.
Eu respondi,mas tb fiz-te uma...

Beijokas

Se eu puder ajudar,faço-o com muito prazer