domingo, 24 de julho de 2011

Muito à frente

Estou com a cabeça em Agosto. Ultrapassou-me, como é habitual. Graças a Deus, na maior parte das vezes há que agradecer, a minha cabeça e o que lá vai dentro anda muito à frente de um corpo que há algum tempo deixou de ser funcional e se tornou, apenas, carunchoso (para evitar a palavra doente) e pesado.

Em Agosto, tenho consulta de oncologia a que, com certeza, se seguirão exames médicos. Uma data deles, provavelmente, tendo em conta que ando "à solta" há três meses.
Estou, portanto, mesmo na hora do angustiante "dói-me tudo". E mais não vale a pena dizer, que o discurso do medo é sobejamente conhecido.

Até breve e vejam lá se se despacham, ó pessoal-que-ainda-está-em-Julho.

Beijinhos,
TP

5 comentários:

Marina da Silva disse...

Olá Teresa,
Se dói é porque estás vivas! Dizia-me sempre a fisioterapeuta. rsrsrs
As dores nos preocupam porque sempre estamos associando com a"coisa" espalhando pelo corpo, mas a verdade a causa é o MEDO, ANSIEDADE, NERVOSISMO E RAIVA.
Use mais a escrita para "metabolizar" a doença.
Meu lema há uns bons anos é desacelerar! E olha que tomo 120 grs.kkkkk
Boa semana e que venha agosto! Abç. Fica com Deus! Marina da Silva. Brasil

Teresa disse...

Muito obrigada, Marina, pela sua visita e pelas suas palavras. É bem verdade o que diz.
Um grande beijinho,
TP

Lina Querubim disse...

Fica aqui :) ainda falta para Agosto ;o) beijinhos

Natália disse...

Estamos em Julho minha menina.
Ainda é cedo ok.
beijinhos.

Anónimo disse...

Aproveita mana, quanto mais conseguires aproveitar, quanto melhor te sentires, mais ele foge, e se Deus quiser para bem longe...
Beijo amor, aproveita tudo!