quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Alegria pura


Atirei com a miúda para a escola, despedi-me do meu marido "a pontapé", e isto antes de... ter deixado a chave em casa, o portão estar avariado e não conseguir sair sem a ajuda de um vizinho que lá apareceu antes de eu atirar com o carro contra as grades, tudo debaixo de chuva e de um frio que não previ (fui de sapatinho aberto), o parque do hospital: completo, o rapaz que tirou o sangue rosnava porque estava sozinho e já tinha "picado" mais que todos os outros que tinham saído, "possas", dizia ele à auxiliar, enquanto enfiava a agulha no meu braço sem sequer me ver, enfim... agora que já comi e bebi um cafezinho, começo a voltar a mim... digam-me que o resto do dia vai ser mais simpático, por favor.



3 comentários:

Anónimo disse...

Cara Teresa, Sigo praticamente há 3 anos o seu blog, com consultas diárias, uma vez que a minha mãe padece de um cancro semelhante ao seu, apesar de num estadio mais baixo.
Devo dizer-lhe em primeiro lugar que "lê-la" é uma necessidade do meu quotidiano, tal a forma como me inspira a encarar com esperança e optimismo a oportunidade de sobrevivermos (pacientes e familiares) a esta "porra" do cancro.
Foi "consigo" que por exemplo fiquei informado sobre os tratamentos que hoje se fazem na Alemanha.
Não queria por isso de lhe deixar um enorme beijo e de lhe desejar que continue, "firme e hirta" na luta que todos, do lado de cá, vamos acompanhando na certeza da vitória final
Sty safe
Tiago - Lisboa

maguie disse...

VAI SER MELHOR CONCERTEZA
BEIJOS MUITOS <3

angelina disse...

♥♥♥