quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Mais dois meses vezes mil

Diz o senhor não sei quê que por mais uns dois mesinhos de vida não valerá a pena gastar para cima de um dinheirão em medicamentos com gente cancerosa ou com outras merdas em que, mais tarde ou mais cedo, se acaba por ir desta para melhor.

O que dito senhor não sabe é que há dias em que nós até concordamos com ele... mas não é por causa do dinheiro. É porque entre as dores físicas e psicológicas da doença, os efeitos esquizofrénicos dos medicamentos que ainda nos vão permitindo tomar (destruir para fazer bem) e aturar gente como ele, que anda por aí aos magotes, uma pessoa até começa a desejar desaparecer do mapa.

O que vale é o sol, o mar, os amigos, a família, o emprego, a sangria, um bom peixe, um bom livro, um bom filme, uma guloseima... xi, tanta coisa. Que se lixe o senhor, afinal. Desejo-lhe a sorte que merece. E venham mais dois meses, e mais dois, e mais dois...

T.




4 comentários:

Susana Neves disse...

Teresa, muitos mais 2 meses virão

um beujinho grande

Anónimo disse...

Querida Teresa, é isso mesmo.....!!!muitos mas muitos mais meses vezes virão...e espero rever-te dia 14 e matar as saudades....muitos beijinhos - Ester

Ana Camões disse...

Teresa, estou certa que virão muito mais do que dois meses!!! Entretanto, vamos aproveitar o que a vida nos da de BOM!!! Como o bom peixe... o sol... tudo o que mencionaste e muito mais!!

Beijinhos!!

OutraMaria disse...

Esse senhor devia bater na bota, é bom falar qd nao se sofre na pele nenhuma doença. Nao ligues e tens aqui uma nova seguidora, pois gosta de pessoas com força e lutadora e tu és assim, um anjo caido do ceu :)