terça-feira, 23 de outubro de 2012

Rasteiras e armadilhas

Quando não nos vence de uma vez, o cancro tem os seus métodos muito próprios de não se deixar esquecer. A mim, atormenta-me há 50 meses e nunca, mas nunca mesmo, consegui tirá-lo da cabeça por mais do que uns parcos minutos e mesmo isso, só muito de vez em quando.
Aprender a driblar rasteiras e evitar armadilhas, as suas jogadas predilectas, é uma arte que mantenho em desenvolvimento, mas num jogo que sei que nunca conseguirei ganhar. Sem intervalo, o desafio prolonga-se até que um de nós se canse, até que um de nós desista, até que um de nós desapareça.
Com novas análises nas mãos, mantém-se a pressão, e percebo claramente que não me largará as canelas, tão certo como eu lhe dar luta até último minuto.
Num jogo que não é o meu, e cujas regras são também pertença do adversário, já não almejo vencer. Agora, desejo apenas ter forças para o enfrentar e, tal como tem acontecido no último ano, ir jogando para o empate.

T.


10 comentários:

Natália disse...

Não penses assim Teresa.
Claro que vais vencer,tu consegues lutar contra ele,tens feito isso e vais continuar a fazer com toda a tua garra.
Eu Acredito.
Beijinhos.

Susana Neves disse...

Claro que vais vencer Teresinha.

Os bons vencem sempre

Um grande beijinh

O Sexo e a Idade disse...

Estamos cá para te ver vencer!
Um beijo querida!

Anónimo disse...

Mana,
Até agora quem vence és tu, e ainda assim, queira Deus, que este jogo dure e dure e dure, na impossibilidade de acabar com o resultado desejado... nunca sabemos quando um jogo é interrompido porque na realidade embora te mantenhas em treino permanente o jogo pode virar a qualquer momento e eu continuo a acreditar que não há impossíveis... até porque todos os dias há pessoas a perderem sem sequer terem jogado, a pressão é grande, mas tu hoje, já driblas rasteiras e evitas armadilhas com uma destreza impensável há 50 meses atrás.
O resultado das análises vai ser bom, vais ver, acredita, eu sei que tua acreditas...
Beijos querida, e obrigada por todos os dias me ensinares a estar em campo.
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

angelina disse...

♥ ♥ ♥

OutraMaria disse...

Acho que tens marcado imensos pontos, e és um exemplo para muitas pessoas... adoro conhecer-te de dia para dia :) beijinho

Lina Querubim disse...

"Ele" já viu a jogadora que tem e como sempre não leva a melhor!
Beijinhos

Anónimo disse...

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥



Anónimo disse...

Não sei a que análises te referes, Teresa, mas se são as dos valores tumorais, esquece.Aliás, meninas, esqueçam!Só os exames podem confirmar o que quer que seja.Minha médica tinha 100%razão:essa análise é uma treta.Exemplo:fiz recentemente essa análise aquando exame que indiciava progressão e grave da doença.Segundo essa famosa análise, eu estava tudo menos doente!Melhores valores, só duma superwomen. Acho que jogar para o empate não é a tua forma de jogar.A mim não enganas.No fundo, nem tu nem ninguém entra num jogo para o empate :0) Um beijinho
VandaR

Anónimo disse...

Estamos aqui contigo! =) ml

('.')
<))>
_/\_

('.')
<))>
_/\_


('.')
<))>
_/\_
¸.•°*”˜ƸӜƷ˜”*°•.•.¸ღ¸¸.•°*”˜ƸӜƷ˜”*°•.•.¸ღ¸¸.•°*”˜ƸӜƷ˜”*°•.•.¸ღ¸